Agnaldo Timóteo morre aos 84 anos vítima da Covid-19 no Rio de Janeiro

Cantor estava internado na UTI do Hospital Casa São Bernado, na Barra da Tijuca, desde o dia 17 de março

0
751

Agnaldo Timóteo morreu, na tarde deste sábado (03), aos 84 anos, no Rio de Janeiro, vítima da Covid-19. O cantor estava internado na UTI do Hospital Casa São Bernardo, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da capital fluminense, desde o dia 17 de março.

O artista precisou ser intubado, no sábado (27), para tratar a doença de forma mais segura. “Por se tratar de uma doença traiçoeira, altos e baixos, a idade e com o intuito de tentar preservar a evolução positiva clínica e laboratorial até o momento e tentar melhorar a lenta recuperação dos pulmões, Timóteo necessitou entrar em ventilação mecânica invasiva, a partir de hoje às 7 horas manhã, para ser tratado de forma mais segura”, dizia o texto divulgado pela equipe médica que tratava o cantor.

Em fevereiro, o artista chegou a receber a vacina contra o coronavírus, mas foi diagnosticado com a doença após se sentir mal, informou a família de Agnaldo na ocasião.

Natural de Caratinga, município do interior de Minas Gerais, Agnaldo Timóteo Pereira iniciou a carreira, no Rio de Janeiro, como intérprete de versões de sucessos internacionais. Ele teve grande popularidade na década de 1960. Ao longo da carreira recebeu diversos prêmios além de ter sido recordista de vendas de discos.

Agnaldo também fez grande sucesso nas principais rádios do Rio de Janeiro, como a Nacional e Mayrinck Veiga. A última entrevista do cantor foi para o programa “De Frente com Elas”, da Super Rádio Tupi, em janeiro de 2021.

Da Redação do Portal Itaperuna Notícias se com informações da Rádio Tupi