Radialista Jimmy Raw morre de COVID-19, aos 58 anos

0
490

Morreu nesta terça-feira (02) o radialista Germano Raw Neto, de 58 anos, mais conhecido como Jimmy Raw. O comunicador começou sua carreira bem jovem, como um dos produtores do programa ‘Aqui Agora’ na extinta TV Tupi. No mundo do rádio, onde era muito respeitado e considerado uma referência de “voz carioca”, começou na Rádio Capital, mas como contato comercial.

Mudou-se em 1982 para o estado do Paraná, atendendo ao convite do jornalista Ari Soares para integrar a equipe de produtores e apresentadores do programa ‘Na Boca do Povo’ nas tardes da TV OM,então afiliada da Bandeirantes, atual CNT. Foi em Curitiba que começou sua vitoriosa carreira no rádio, se destacando como comunicador na FM 104.

Voltou para o Rio de Janeiro, onde ficou famoso por seus programas nas seguintes estações de rádio: Antena1FM, Sistema Globo de Rádio, 98FM.

Jimy Raw chegou a apresentar programas também na TV, tendo trabalhado na TV Manchete nos programas ‘Bike Show’ e ‘Schock’, com várias participações em eventos televisivos e no carnaval. Depois obteve consagração na apresentação do Globo de Ouro, na Rede Globo de Televisão, de setembro de 1989 até dezembro de 1989, com a atriz Isabela Garcia. Voltou para apresentar o último programa do Globo de Ouro em 28 de dezembro de 1990, junto com a atriz Adriana Esteves.

Em 1992 atuou como cantor, gravando o LP “Tudo Bem”.

Entre 2006 a 2016 trabalhou na Super Rádio Tupi do Rio de Janeiro, do Grupo Diários Associados,apresentando o ‘Baú da Tupi’ aos domingos das 00:00 às 03:00.

Afastado da Rádio Tupi, participava do canal do youtube “A Turma do Rádio” (www.aturmadoradio.com), junto com outros radialistas sem espaço nas rádios comerciais.

Teve como companheira Luciana Sargentelli, filha do sambista e apresentador do ‘show de mulatas’ Oswaldo Sargentelli.

Com 58 anos de idade, o famoso comunicador carioca havia dado entrada na UTI, infectado pela COVID-19, no dia 7 de maio de 2020. No dia 20 de maio de 2020, deixou a UTI, aparentemente em processo de recuperação. Porém, Raw se sentiu mal e voltou a ser internado no Hospital Ronaldo Gazolla, onde acabou falecendo.

Da Redação do Portal Itaperuna Notícias