Morre em São Paulo, a jornalista Cristiana Lobo, aos 64 anos

0
562

Morreu nesta quinta-feira (11), em São Paulo, a jornalista Cristiana Lôbo. Ela estava internada no Hospital Albert Einstein, em tratamento por causa de um mieloma múltiplo e seu quadro agravou com uma pneumonia.

Cristiana estudou Comunicação Social na Universidade Federal de Goiás (UFG). Ingressou na profissão escrevendo esporadicamente para a Folha de Goiás, jornal local de Goiânia. Em 1978, foi contratada como estagiária para a editoria de política. Um ano depois, seguiu para a sucursal de O Globo, em Brasília.

Ainda na capital do país, Cristiana foi repórter setorista de vários ministérios por dois anos. A experiência valeu uma visão detalhada de cada pasta. O desafio seguinte foi cobrir o Palácio do Planalto.

Em 1984, novo rumo na carreira: o Congresso Nacional. A jornalista aproveitou para conhecer de perto e a fundo o trabalho de cada deputado.

Em 1986, Cristiana passou a ser assistente de Tereza Cruvinel na coluna Panorama Político, do jornal O Globo.

Em 1992, foi a vez de trabalhar com Ricardo Boechat. No mesmo ano, assumiu uma coluna no O Estado de S. Paulo, no qual ficou até 1998. De lá, passou a ser âncora do programa Fatos e Versões da Globo News.

Foi comentarista do Jornal das Dez, da Globo News e do Hora Um da Notícia, da TV Globo.

Da Redação do Portal Itaperuna Notícias