Vasco vence o Santos em São Januário, mas é eliminado da Copa do Brasil

0
72

O Vasco venceu o Santos por 2 a 1, nesta quarta-feira (24), em São Januário, pela partida de volta da quarta fase da Copa do Brasil, mas acabou eliminado da competição, pois havia sido derrotado por 2 a 0 no jogo de ida. Os gols vascaínos foram marcados por Raul e Ricardo.

O próximo compromisso do Gigante da Colina será neste domingo (28/4), diante do Athletico Paranaense, na Arena da Baixada, às 16h, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

O JOGO

O jogo começou estudado. Com uma mudança no esquema, o Vasco ia trabalhando a bola no campo defensivo, enquanto o Santos tentava pressionar essa saída de bola. Aos 10, Castan acabou sentindo e foi substituído por Ricardo Graça. Aos 12, a primeira grande chance foi criada. O adversário saiu jogando mal e Lucas Mineiro lançou Maxi López. O argentino deu de calcanhar para Raul, que tocou com categoria para abrir o placar: VASCO 1 a 0. O gol animou o Vasco, que brigava por todas as bolas.

Aos 22, Marcos Valadares perdeu o segundo jogador por lesão. Fernando Miguel sentiu a panturrilha e foi substituído por Alexander. Aos 31, Raul bateu de longe, a bola desviou na zaga e quase enganou o goleiro. A pressão deu resultado aos 35. Após cobrança de escanteio no segundo pau, Ricardo subiu mais que todo mundo e tocou bonito pro gol: VASCO 2 a 0.

O Cruzmaltino voltou bem na segunda etapa, buscando o pivô com Maxi López, que vinha fazendo um bom jogo. Aos 8, o adversário diminuiu: 2 a 1. Aos 13, Maxi lançou Marrony, o goleiro bateu cabeça com a zaga e o atacante ficou livre, mas bateu mal e perdeu grande chance. O Vasco pressionava e chegava no toque, mas era travado na última hora. Aos 23, Lucas Santos cruzou na área, mas a zaga afastou. Um minuto depois, Maxi recebeu na entrada da área, girou e bateu. A bola desviou e saiu.

Aos 30, Lucas Santos fez boa jogada pela direita e cruzou na cabeça de Marrony, que mandou pra fora. Aos 36, Marrony teve nova oportunidade pelo alto, mas cabeceou para fora. A torcida empurrava o time, que chegou ao terceiro gol aos 46, novamente com Ricardo, mas a arbitragem marcou impedimento. Aos 50, Maxi aproveitou erro da defesa, ficando cara a cara com o goleiro, tocou por cima, mas acabou desperdiçando.

Da Redação do Portal Itaperuna Notícias com informações do CRVG