Polícia prende mãe de outra criança vítima do ex-tesoureiro da Câmara de Miracema

A mulher subjugava a menina aos desejos do foragido da Justiça

0
835

A Polícia Civil de Miracema, no Noroeste Fluminense, indiciou Moisés Alves de Matos, 44 anos, ex-tesoureiro da Câmara de Vereadores daquela cidade, em mais um estupro de vulnerável. Ele já tinha a sua prisão temporária decretada pelo plantão judiciário da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro pelo crime de estupro de vulnerável, em atendimento a representação do delegado titular da 137ª DP, a Delegacia Legal de Miracema, Gesner César Bruno. A equipe daquela distrital com apoio do 36º BPMERJ realizou diversas diligências na tentativa de localizar Moisés, porém, todas sem êxito.

A prisão temporária foi decretada, pois as investigações na delegacia de Miracema com apoio do 36º BPMRJ e do conselho tutelar, demonstraram que Moisés estuprou num motel da cidade de Miracema-RJ duas crianças. Uma menina de onze anos e um menino de 08 anos de idade. O menino filmou o estupro de sua irmã no celular de Moisés a mando do mesmo, e, acidentalmente o menino postou o vídeo no instagram do autor. As investigações comprovaram toda veracidade do fato, inclusive através das câmeras de segurança do motel, que identificaram o carro do autor entrando no motel, bem como através de uma análise comparativa dos prints das filmagens com as fotografias tiradas pelas equipes de investigadores no quarto do motel onde o fato ocorreu. Para entrar no motel Moisés colocou as crianças abaixadas no banco de trás de seu veículo.

Outro caso envolvendo Moisés com outra menina levou a prisão da mãe da menor neste sexta-feira (27).

A 137ª DP, com apoio do conselho tutelar e do 36º BPMRJ continuou as investigações e apurou que uma outra criança, uma menina de de 12 anos de idade, havia sido levada por Moisés também para um motel na cidade de Miracema, onde foi estuprada peli foragido, sendo que neste caso a própria mãe conduziu a vítima até ele, e recebeu dinheiro de Moisés para isso. Nesse mesmo dia, após praticar atos libidinosos com a menina, na presença da vítima, manteve relações sexuais com a mãe da garota. A equipe da 137ª DP diligenciou no local onde recolheu diversas provas que comprovaram o depoimento da vítima.

Delegado Gesner César Bruno atua no comando das investigações

Em atendimento a representação do delegado Gesner César Bruno, o Juízo da Vara da Violência Doméstica e familiar contra a mulher da Comarca de Miracema, decretou a prisão preventiva de Moisés Alves de Matos , que já encontrava-se foragido por força de mandado de prisão temporária, e também decretou a prisão preventiva da mãe da vítima.

Imediatamente a equipe da delegacia de Miracema, com apoio do 36 BPMERJ realizou e continuou realizando diversas diligências para cumprir os mandados, sendo que nesta sexta-feira (27) foi cumprida a prisão da mãe da vítima.

Consta também no inquérito que a mulher realizou chamada de vídeo para Moisés, no qual exibia a filha menor nua, enquanto Moisés se masturbava.

Consta ainda, segundo relato da vítima, que por diversas vezes a sua própria mãe fez vídeos e tirou fotos dela nua e as enviou a Moisés.

Homem procurado da Justiça por estupro de crianças em Miracema

Com vistas a se esquivar da responsabilidade penal, a mulher proibia a filha de contar tais acontecimentos para alguém dizendo que, “se esta o fizesse, a deixaria roxa e que se descobrisse alguma denuncia, mandaria os meninos do morro matarem seus avós, os quais são muito próximos”.

Moisés Alves de Matos segue foragido, não tendo sido localidado até a presente data. Qualquer informação pode ser encaminhada para o Disque Denúncia Noroeste, pelo telefone (22) 3822-1177 ou pelo 190.

Da Redação do Portal Itaperuna Notícias