O que seria uma “brincadeira” acaba em denúncia de terrorismo em Itaperuna

Adolescentes foram apreendidos por ameaçar atacar com armas, professores e alunos de escola estadual

0
767

A Polícia Civil de Itaperuna, no Noroeste apreendeu, na noite de quinta-feira (28), três adolescentes que postaram mensagens sobre prática de atos violentos em um grupo de WhatsApp. Nas postagens, segundo a Polícia Civil, os menores diziam que levariam facas para a escola, para matar os alunos do Colégio Estadual Romualdo Monteiro de Barros, em Itaperuna, e praticar atos semelhantes ao ocorrido no colégio de Suzano. “Assim que a diretora comunicou o fato, iniciamos diligências investigativas a fim de identificar e capturar os adolescentes envolvidos”, disse o delegado Rodrigo Maia.

Ele contou que além das mensagens, havia postagens de fotos dos menores em posse de facas, encobrindo os rostos usando blusas e máscara. O delegado disse ainda que as mensagens eram postadas no grupo da turma dos menores apreendidos, e que havia áudios assustadores no grupo. Na delegacia, ao serem questionados, os menores: dois de 17 anos e um de 15 anos afirmaram que se tratava apenas de uma brincadeira para assustar os colegas. Os policiais civis apreenderam uma máscara de cor branca, um lenço de cor vermelha e uma faca de tamanho médio.

Após ter representado pela busca e apreensão dos adolescentes com base no Artigo 147 do Código Penal (Ameaçar alguém, por palavra, escrito ou gesto, ou qualquer outro meio simbólico, de causar-lhe mal injusto e grave) e no Artigo 5º da Lei 13.260/2016 (lei que trata sobre terrorismo), o juiz Mauricio dos Santos Garcia determinou medida socioeducativa de internação aos adolescentes infratores, que serão encaminhados para uma unidade do Degase ainda nesta sexta-feira (29).

Em E-mail encaminhado a Assessoria de Comunicação da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, até o momento não houve resposta do órgão sobre o assunto.

Delegado titular da 143ª DP, Rodrigo Vinicius Maia

Do Portal Itaperuna Notícias com informações do Plantão dos Lagos