Polícia Civil prende médico suspeito de aplicar alta dose de tranquilizante e estuprar companheira

0
84

Policiais civis da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá prenderam, no sábado (25), um médico de 44 anos, suspeito de estupro, agressão e violência psicológica contra a companheira.

Segundo as investigações, o autor ministrou um remédio tranquilizante em dosagem excessiva na vítima para diminuir a capacidade de resistência dela e cometer o abuso sexual. De acordo com os agentes, o homem tem cinco anotações criminais por delitos semelhantes.

O autor foi preso na casa dele, no bairro Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste da capital. Contra ele foi cumprido um mandado de prisão preventiva.

A prisão é parte da “Operação Átria”, uma ação nacional realizada pelas polícias civis de todo o país e que tem como objetivo combater crimes praticados contra mulheres, em razão do gênero.

Da Redação do Portal Itaperuna Notícias