Idosa é estuprada em casa acolhedora

0
1057

O caso ocorrido em Muriaé na Casa Acolhedora da Prefeitura, quando um homem de 34 anos foi preso acusado de estuprar uma senhora de 72 anos, a qual já estava na casa há alguns meses. O acusado seria morador da cidade de São Sebastião da Vargem Alegre e teria praticado o estupro por quatro vezes à noite e também na madrugada. Ele ameaçava a vítima para ela não contar. A prisão foi feita pela Polícia Militar e agora as investigações estão a cargo da Polícia Civil que vai fazer algumas recomendações à Prefeitura sobre a estrutura da Casa Acolhedora e outros procedimentos.

A Prefeitura de Muriaé emitiu uma nota sobre o caso

“A respeito deste fato, assim que a Prefeitura tomou ciência do ocorrido, a Polícia Militar foi acionada e o autor, preso. Informamos ainda que a equipe da Casa Acolhedora acompanhou a vítima durante seu depoimento na delegacia. A Prefeitura de Muriaé repudia o fato ocorrido e segue prestando todo o apoio necessário à vítima”, diz a Nota.

INFORMAÇÕES OFICIAIS DA POLÍCIA CIVIL

“A Direção da CASA ACOLHEDORA acionou a Polícia Militar relatando um possível caso de Estupro. Durante a madrugada do dia 26 um homem procedente da cidade vizinha de São Sebastião da Vargem Alegre, que buscara abrigo no local durante aquele dia, saiu de seu quarto e adentrou no aposento da idosa vítima, de 72 anos, obrigando-a a praticar atos libidinosos com ele. Câmeras do circuito de segurança do local registraram as seguidas entradas do autor no quarto da vítima. Em sede policial ele confessou ter adentrado ao quarto da idosa para satisfazer sua lascívia sexual e por isso foi autuado em flagrante delito pelo Crime de Estupro de Vulnerável cuja pena, em caso de condenação, pode chegar a 15 anos”.

Da Redação do Portal Itaperuna Notícias com informações de Silvan Alves